10/05/2024 às 15h10min - Atualizada em 12/05/2024 às 00h01min

Sala de quimioterapia vira cinema para festejar o Dia das Mães

Pacientes assistiram "Red: crescer é uma fera"

Rogério Rueda
Rogério Rueda
Pacientes que realizam procedimento quimioterápico têm, no acolhimento, uma das principais estratégias que contribuem para a cura. Realizar tarefas do cotidiano ajudam no tratamento, como a sessão de cinema realizada nesta quinta-feira, dia 9 de maio, no hospital Medical, em Limeira.

Todos os pacientes puderam assistir ao filme de animação "Red: crescer é uma fera", com direito a pipoca. A sessão de cinema foi em alusão ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo, 12. O filme relata o relacionamento de uma mãe e sua filha e a importância do olhar feminino na família.

Isabel Batista vai comemorar duplamente a data. Nesta quinta-feira, fez sua última quimioterapia, com direito a tocar o Sino de Superação pelo encerramento desta etapa de tratamento contra o câncer.

"Sou mãe de dois filhos e avó. Posso dizer que passei por uma fase de muitas dúvidas e até mesmo de revolta. Mas o amor e a fé me ajudaram a superar tudo isso", disse Isabel.

O acolhimento influencia os resultados, acredita ela. "Sinto o amor das pessoas que trabalham em setores como a quimioterapia. Para quem faz tratamento, isso é fundamental", avalia.

Laços entre mães e filhos

Daniana Rita, enfermeira e coordenadora de Oncologia do hospital, tem a mesma opinião. O relacionamento pessoal ganha força em períodos como esses. "Os laços entre mães e filhos ajudam os pacientes a superarem os obstáculos", destaca a enfermeira.

As ações em datas especiais envolvem as áreas especializadas e o Serviço Social do hospital. Até domingo, haverá música ao vivo e entrega de porta-retratos às mães. A sala de Oncologia e a UTI Neonatal, entre outros pontos do hospital, receberam decoração especial. Tudo segue as normas hospitalares.

Samara Sedano, mãe de dois filhos, iniciou em janeiro o tratamento contra o câncer de mama. "Gosto muito das atividades diferentes ao longo do tratamento, como a sessão de cinema. Isso aumenta o envolvimento entre as pessoas, humanizando esse período cheio de desafios", contou.

Coube a Isabel Batista encerrar, enviando uma mensagem a todas as mães: "que tenham muita paz e saúde".
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.