30/04/2024 às 16h07min - Atualizada em 01/05/2024 às 00h01min

IMED promove campanha social Doação Amiga

Parcela do Imposto de renda pode ser direcionada para crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade

ECCO Escritorio de Consultoria em Comunicação Ltda
[email protected]
Divulgação/ IMED
O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento - IMED deu início à Campanha Doação Amiga, conscientizando seus colaboradores sobre a possibilidade de doação do imposto de renda devido. Ou seja, ao invés de todo seu imposto ir diretamente para o governo, as pessoas podem destinar essa parte para uma entidade que escolher, sem qualquer custo adicional. 

A iniciativa social foi articulada pela Diretoria de Sustentabilidade do Instituto, junto com equipe jurídica e de comunicação, fortalecendo o pilar Social da organização. Ao apoiar projetos locais nos municípios onde o IMED atua, os profissionais podem ajudar a empoderar esses grupos sociais mais vulneráveis, atuando com respeito à diversidade, equidade e inclusão, com maior responsabilidade social e exercendo um ato de cidadania.

A ação acontece no Hospital Estadual de Trindade (Hetrin), Hospital Estadual de Formosa (HEF), Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) – todos em Goiás – e no Hospital da Brasilândia, em São Paulo, unidades administradas pelo IMED, com o intuito de incentivar os contribuintes a destinarem parte do seu Imposto de Renda a projetos que viabilizem os direitos e bem-estar da população infanto-juvenil e da terceira idade.

As doações podem ser realizadas durante o preenchimento da declaração completa do imposto de renda e servem para a manutenção das ações desenvolvidas por instituições e associações que já atendem crianças, adolescentes e idosos em vulnerabilidade social e suas famílias. As entidades beneficiadas possuem projetos chancelados nos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente e no Conselho de Direitos dos Idosos. Os projetos atuam em medidas protetivas em diversas áreas, como educação, saúde e lazer.

Como funciona?
É rápido, fácil, seguro, não há custos e ajuda a quem mais precisa e pode mudar a vida de milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade.

Para participar, basta o declarante optar pela declaração completa e após todo o preenchimento da declaração, optar por um novo pagamento e selecionar “Doações diretamente na declaração”. O valor disponível para doação total é de 6%, podendo ser 3% para cada Conselho. Você deve selecionar essa opção durante o cadastro e selecionar para qual Estatuto a doação será feita, e qual Conselho: da Criança e do Adolescente ou do Idoso, destinando 3%. Após selecionar a opção escolhida, é preciso selecionar “Doações a Fundos Municipais” em tipos de fundos e selecionar o estado e a cidade, preencher o valor a pagar com a quantia indicada na tela e depois salvar para gerar um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF). É só clicar em “OK” e repetir o processo para doar os outros 3% para o outro Conselho.

Quanto custa para fazer essa doação?
O processo final é gratuito. Apesar do contribuinte precisar pagar as taxas geradas pelo DARF durante a doação, no final, essa ação não onera o bolso do participante. Isso porque se você tem imposto a pagar, o valor pago pelas guias será reduzido do imposto devido. E se você tiver imposto a ser restituído, o valor das guias retornará para o seu bolso somado à quantia que será restituída.

Todos podem participar?
Todo o declarante de Imposto de Renda Pessoa Física que opta pela declaração completa pode participar e direcionar parte dos impostos diretamente para esses fundos, ajudando essa parcela da população.


Assessoria de Comunicação do IMED
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.