16/04/2024 às 16h53min - Atualizada em 17/04/2024 às 00h00min

Capacitação em logística insere jovens no mercado de trabalho

Com o objetivo de desenvolver uma sociedade mais inclusiva, FM Logistic investe, anualmente, 200 mil euros em projetos socioeducacionais

FM Logistic do Brasil
www.fmlogistic.com.br
Divulgação

A FM Logistic, um dos principais operadores de logística e supply chain do mundo, há sete anos tem direcionado atenção especial para ações assistenciais nas regiões em que atua. Idealizada em 2017, a Fundação FM apoia 67 projetos em 12 países e oferece assistência para mais de 13 mil beneficiários, com um investimento anual em torno de 200 mil euros. Todo o processo é realizado com o apoio dos colaboradores, que são voluntários e os principais agentes transformadores. 

Com o objetivo de desenvolver um programa de qualificação de jovens em situação de vulnerabilidade social e que moram, especificamente, nas proximidades onde a empresa está instalada, em 2018, a FM criou no Brasil, a Escola de Logística, que concentra ações nas regiões dos centros de distribuição localizados em Perus (SP) e Canoas (RS), e que contam com o apoio do Programa de Formação Socioprofissionalizante desenvolvido pela Fundação Projeto Pescar. 

O foco central do projeto é desenvolver ações em benefícios de jovens entre 16 e 19 anos para melhorar as condições de vida e que possam ocupar plenamente um lugar social e profissional. O curso oferecido pela FM Logistic é estruturado em seis eixos que engloba áreas importantes como meio ambiente, saúde, negócios, comunicação, produção e serviços logísticos. São quase 40 colaboradores voluntários da FM envolvidos e que compartilham mais de 1.600 horas de aulas. 

Desde 2018, 70 jovens foram formados pelo projeto e, em 2024, a Escola de Logística formará 30 novos para o mercado de trabalho, selecionados entre quase 210 que se inscreveram. Os adolescentes se especializam nas áreas de logística e, após imersão de nove meses, recebem certificado reconhecido pelo Ministério do Trabalho, onde já estarão aptos para iniciarem na área de operadores de serviços logísticos. 

Para Ronaldo Fernandes da Silva, presidente da FM Logistic do Brasil, contribuir para o avanço na carreira profissional e para uma notável melhoria na qualidade de vida dos jovens que necessitam de suporte social é incrivelmente significativo. “Não se trata apenas de uma capacitação, mas, sim, de uma transformação. Esse projeto abraçamos com muito carinho e temos a intenção de ampliá-lo ainda mais, abrangendo um número maior de beneficiados”, ressalta. 

Atualmente, os participantes do projeto no Brasil contam com seguro de vida, uniforme, cesta básica, alimentação, vale transporte, ônibus fretado, material escolar e didático e aulas teóricas e práticas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.