14/06/2023 às 17h55min - Atualizada em 15/06/2023 às 00h00min

Hemonúcleo de Santos convoca população para doar sangue

Hospital Guilherme Álvaro comemorou o Dia Mundial do Doador de Sangue com café da manhã para doadores

SALA DA NOTÍCIA Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/sala-de-imprensa/release/hemonucleo-de-santos-convoca-populacao-para-doar-sangue/

O Hemonúcleo COLSAN do Hospital Guilherme Álvaro em Santos, ligado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, alerta a população da necessidade de doação de sangue de todos os tipos. Os estoques de sangue Rh negativo estão em nível crítico, suficientes para, dependendo da demanda, de 24 a 48 horas. Para comemorar o Dia Mundial do Doador de Sangue, observado todo dia 14 de junho, o Hemonúcleo recebeu os doadores nesta quarta-feira (14) com um café da manhã especial. A pasta estadual registrou um aumento de 5% no número de procedimentos de coleta de sangue na Baixada Santista, mas são necessárias mais doações para retornar aos níveis anteriores ao período de pandemia de Covid-19.

A Dra. Silvana Biagini, hemoterapeuta e responsável técnica do Hemonúcleo do Hospital Guilherme Álvaro, reforça a necessidade e lembra que “a transfusão de sangue é uma das terapias mais utilizadas em pacientes internados. Pacientes oncológicos, pacientes de trauma, pacientes com anemias hereditárias só sobrevivem com a transfusão de sangue”. A especialista afirma ainda que “o ideal seria que 3 a 5% da população doasse sangue para que não houvesse períodos de escassez, mas, no Brasil, nem 1,5% da população é doadora. É urgente que a gente tenha um aumento no número de doadores como há na Europa, em que as pessoas têm nas suas agendas um ou dois dias por ano para a doação de sangue. Ninguém está livre de receber uma transfusão e você só vai recebê-la se alguém fizer a doação”.

O evento, realizado entre às 7h30 e 12h30 da manhã, e que contou com a presença do Corpo de Bombeiros do município de Santos, foi uma forma de chamar a atenção para o problema constante de baixos estoques de sangue. A partir de 2020, com o período de isolamento por conta da pandemia, houve uma redução no número de doações em relação aos anos anteriores.

Apesar do número de procedimentos nos três primeiros meses de 2023 ser 5,3% superior ao mesmo período do ano anterior, subindo de 4.093 em 2022 para 4.314, os registros ainda apontam para uma queda de 23,6% em relação a 2019, o ano anterior à pandemia, quando foram realizados 5.642 procedimentos de janeiro a março.

O problema dos baixos estoques é agravado nesta época do ano, uma vez que há aumento nos casos de doenças respiratórias que limitam o número de doadores aptos, já que, para fazer doações, a pessoa não pode estar gripada, resfriada, em processo alérgico ou tomando antibióticos. O mês de julho, por conta do período de férias escolares, também é uma época de aumento no número de pessoas no litoral paulista, aumentando, também, a demanda por transfusões e a necessidade por maior estoque de sangue.

Doação

Pessoas que desejam doar sangue podem procurar o Hemonúcleo do Hospital Guilherme Álvaro, das 8h30 às 12h30, de segunda a sábado, sem necessidade de agendar um horário com antecedência. No entanto, por maior comodidade, é possível agendar um horário pelo site da Associação Beneficente de Coleta de Sangue (COLSAN). Há também postos de doação no Banco de Sangue da Santa Casa de Santos, no Banco de Sangue do Hospital Ana Costa e na Casa de Saúde de Santos.

Para quem vai doar sangue, é preciso observar algumas restrições e recomendações:

• Esteja alimentado. Fazer refeições leves e não gordurosas nas 4 horas que antecedem a doação;
• Não ter ingerido bebidas alcoólicas e nem ter usado maconha nas últimas 12 horas;
• Não estar gripado, resfriado ou em processo alérgico;
• Não ter tomado antibiótico nos últimos 15 dias;
• Ter repousado bem na noite antes da doação;
• Estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
• Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
• Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
• Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
• O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
• Não ter se exposto ao risco de contrair o vírus da AIDS;
• Não ter feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva (micropigmentação) nos últimos 12 meses. No caso de piercing na cavidade oral e/ou na região genital, aguardar 12 meses após a retirada;
• Não ter diabetes;
• Não estar grávida, nem com suspeita de gestação;
• Não estar amamentando, a não ser que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses;
• Não estar acompanhado de crianças, sem acompanhante na hora da doação;
• Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG, carteira profissional, carteira de motorista, etc.

O post Hemonúcleo de Santos convoca população para doar sangue apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.