01/04/2024 às 14h38min - Atualizada em 02/04/2024 às 00h02min

Amigas formam time de vôlei para liga feminina por amor ao esporte

Grupo de atletas treina forte e já coleciona vitórias ao estrear na Live RJ

RG
https://www.instagram.com/oliverspizza.volleyball/
Time Øliver's. Divulgação
Um grupo de amigas resolveu montar um time de vôlei e encarar desafios​, na rotina de conciliar a vida profissional e o sonho do esporte. Trabalhando e morando em áreas distintas, as atletas se unem em torno do clube amador que ajudam a criar pelo prazer de estar em quadra. O novo Øliver's Pizza Volleyball Club estreou este ano, na Liga de Vôlei do Estado do Rio, a Live RJ, com vitória. 
 
Em março, na rodada dupla da Liga Feminina A, no River Clube, no Rio, jogando contra times das Lobas (de Saquarema) e de São João (de Meriti), elas venceram por dois sets a zero as duas partidas.
 
"Entramos para ser campeãs. Esse ano tem equipes competitivas na liga, mas estamos treinando muito e trabalhando bem o saque. Faltam alguns ajustes e estamos confiantes", conta Diana Bellas, que já foi convocada para a seleção brasileira.
 
Ela e a irmã Bruna são ponteiras experientes. Trabalhando com tecnologia da informação, as duas sempre foram conectadas ao vôlei, a grande paixão, e agora estão no mesmo time.
 
"Nossos pais também jogam. Crescemos com bola, em uma rotina saudável, jogando na praia em família. O esporte sempre nos uniu", diz Diana. 
 
A aproximação das atletas com o novo patrocinador do time também tem a ver com o amor pelo esporte de outra família. Maria Clara Portella, uma das sócias da Øliver's, joga como líbero e, desde cedo, teve torcida e apoio em casa. 
 
"Temos planos grandes para o futuro porque o grupo Øliver's, que abraçou o projeto, é ligado a uma família que gosta do esporte e nos dá toda a força, com a pizzaria e a Rajah Esfihas. Eles conseguiram atrair fornecedores como apoiadores, Santa Maria e Delei't Laticínios, além da nossa parceira LOR Viagens e Turismo. Temos uma base que joga junta há três anos e, agora, conseguimos reforçar o time com peças novas, graças a essa estrutura. Nas nossas últimas partidas, conseguimos colocar todas as meninas para jogar. Isso é  bom para ter um entrosamento maior e para elas terem a noção de pertencimento também", explica Nathalia Gonçalves, que é administradora e, em quadra, joga como líbero. 
 
A equipe treina no Clube Central, em Icaraí, aos sábados, em Niterói, e no Clube dos Servidores Municipais, no Estácio, durante a semana, para atender parte das jogadoras que moram ou trabalham no Rio. Como é o caso da médica Ana Letícia Barreiros, a ponteiro Lele. O time tem também Juliana Caride (central), Jade Cantinho (oposta), Isa Rodrigues (levantadora), Natalia Assumpção (ponteiro), Paula Maraschin (central), Lari Lago (levantadora), Lari Perez (oposta), Adriana Simões (levantadora), Lu Perez (central) e Yully Liao (líbero), além do técnico Max do Valle.
 
Elas, que têm passagens por outros clubes, querem voar alto e acabam de escalar uma águia como mascote. É a Olie, novo xodó das 15 atletas do Øliver's.
 
"Nessas últimas partidas, conseguimos colocar todas as meninas para jogar. Isso é  bom para ter um entrosamento maior e a noção de pertencimento. Somos felizes no vôlei", levanta a bola Nathalia Gonçalves.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.