12/06/2023 às 16h17min - Atualizada em 13/06/2023 às 00h01min

Aumente a libido com a ajuda das plantas medicinais

Conheça mais sobre o universo dos estimulantes naturais

SALA DA NOTÍCIA Luciana Oliveira
https://www.instagram.com/letteracomunicacao/
Divulgação
Ginseng indiano e coreano, catuaba, marapuama. Segundo a farmacêutica e especialista em fitoterapia Suzan Nunes, da Floracea, em Bauru, existem diversas plantas medicinais que podem ajudar a aumentar o apetite sexual, mas que só devem ser usadas de acordo com a prescrição feita por um profissional, pois podem existir contraindicações. “Os fitoterápicos devem atender às necessidades de cada pessoa. Também é importante tomá-los em  ciclos para que o organismo não fique acostumado com aquela medicação”, recomenda.
A especialista explica que as plantas medicinais são grandes aliadas da saúde e bem-estar como um todo. No caso da libido, com a idade, é normal que os hormônios sexuais, tanto masculinos quanto femininos, diminuam. “As plantas medicinais são indicadas como estimulantes naturais, já que elas têm reguladores metabólicos, ou seja, fazem com que o organismo produza apenas o necessário, nem mais nem menos, normalizando a produção desses hormônios em cada indivíduo”, afirma.
De acordo com a fitoterapeuta, algumas plantas mimetizam os hormônios produzidos pelo nosso corpo. São os chamados fitormônios, que imitam sua ação, fazendo com que o organismo melhore o apetite sexual e a disfunção erétil. “Devido a essa propriedade adaptógena, as plantas são indicadas tanto para o homem quanto para a mulher”, acrescenta Suzan.
Quatro plantas poderosas
Entre as plantas que auxiliam no aumento da libido, a especialista destaca a ashwagandha (ou ginseng indiano), um vitalizante que estimula o apetite sexual e melhora o desempenho físico. “Existe, ainda, um suplemento feito à base da erva Eurycoma longifolia, que é o Long Jack. Ele é considerado afrodisíaco por estimular a produção dos níveis de testosterona, que em baixa produção causam impotência, diminuição de força e da libido”, explica.
Outro importante aliado citado pela especialista é o feno grego. “Ele aumenta o nível de testosterona e de estradiol, tanto no homem quanto na mulher. Temos também o Pygeum africanum, que aumenta  a capacidade de ereção, principalmente após os 40 anos, quando a produção dos hormônios sexuais começa a diminuir. É importante dizer que não existe perigo de que, ao usar uma dessas opções, a pessoa possa aumentar caracterizações masculinas ou femininas. As plantas medicinais só vão regular a produção das substâncias necessárias”, diz.
Apesar de eficazes, os benefícios das plantas medicinais não são sentidos imediatamente, como os remédios alopáticos indicados para impotência. “Os efeitos dos fitoterápicos são cumulativos e progressivos, sendo necessário um tempo de uso, cerca de um mês,  que vai variar de pessoa para pessoa. Eles podem ser usados na forma de chás, porém, as cápsulas são mais recomendadas devido à quantidade de chá que precisa ser ingerido para obter o efeito desejado. Uma cápsula, por exemplo, pode equivaler a um litro de chá.”
Sobre a Floracea
Há duas décadas, a farmácia de manipulação Floracea (antiga Biopharma) cuida da saúde e bem-estar de seus clientes, manipulando medicamentos alopáticos, fitoterápicos, cosméticos, suplementos esportivos e emagrecedores, entre outros produtos desenvolvidos com alta tecnologia e matérias-primas que atestam o seu elevado padrão de qualidade. Além da loja física localizada em Bauru, interior de São Paulo, a Floracea leva seus produtos para todo Brasil. Contatos: (14) 99194-7712 e [email protected]. Visite a loja virtual (www.floracea.com.br ) e  as redes sociais Facebook e Instagram: /farmaciafloracea  
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.