22/02/2024 às 18h22min - Atualizada em 25/02/2024 às 00h03min

Terceira edição do Festival Sul-Americano de Longboard Feminino celebra a modalidade em Santos, litoral de São Paulo

Evento acontece dos dias 8 a 10 de março, no Emissário Submarino e reúne mais de 150 mulheres inscritas

Christina Volpe
Divulgação Festival
O Emissário Roberto Mário Santini, famoso Quebra Mar de Santos, litoral de São Paulo, irá receber a terceira edição do Festival Sul-Americano de Longboard Feminino, nos dias 8, 9 e 10 de março. O evento promete um emocionante fim de semana dedicado ao surf feminino e à cultura do Longboard, os queridos ‘pranchões’.

O evento, reconhecido por sua atmosfera vibrante e envolvente para mulheres de todas as idades e níveis de surf, contará com uma bateria competitiva para 12 surfistas profissionais convidadas de alto nível, além de diversos shows, expositores, desfile de moda, aula de yoga, sessões de cinema ao ar livre, além de muitos prêmios e sorteios de brindes. A abertura do Festival já conta com um “Cine Surf” aberto ao público, homenagens e a presença das surfistas participantes.

Com um cenário deslumbrante e ondas perfeitas como pano de fundo, o Festival Sul-Americano de Longboard Feminino é muito mais do que um encontro de surfistas, mas uma verdadeira celebração da força, da graça e da determinação das mulheres no surfe. Desde sua primeira edição, o Festival se tornou um ponto de encontro para surfistas de toda a América do Sul, oferecendo a oportunidade única de compartilhar experiências, competir em alto nível e construir uma comunidade unida em torno do amor pelo surf.

 O evento atrai surfistas e entusiastas de todo o Brasil e já conta com mais de 150 mulheres confirmadas com suas famílias, além de um grande número de participantes franceses inscritos.


O festival é uma iniciativa única que destaca e promove a presença feminina no surfe, especialmente no segmento do Longboard, que tem ganhado cada vez mais destaque. Com uma combinação de competições emocionantes, atividades culturais e oportunidades de networking, o evento visa não apenas celebrar o talento das surfistas sul-americanas, mas também inspirar as mulheres que buscam na prática do surf, mais qualidade de vida e saúde.

"Estamos muito entusiasmados em sediar a terceira edição do Festival Sul-Americano de Longboard Feminino. Nosso objetivo é criar uma plataforma inclusiva e empoderadora para as mulheres no Longboard e estamos ansiosos para oferecer uma experiência incrível para todas as participantes e espectadores”, disse Isabela Panza, organizadora do evento.

O Festival Sul-Americano de Longboard Feminino está aberto a todas as idades e níveis de habilidade, incentivando a participação de surfistas e suas famílias. Os interessados em participar das atividades do evento podem encontrar mais informações e se inscrever pelo Instagram  @festivalsulam.longfeminino ou pelo whats do evento (13) 991957125.
O Festival Sul-Americano de Longboard Feminino tem o patrocínio da DP World, por meio do PROMIFAE (Programa Municipal de Incentivo Fiscal de Apoio ao Esporte). O evento conta com Wickbold, Zampol, Sthill, Mag Surf Board, Medina, Juréia Energy, Pink Cheeks, Lohai Pratas, Kool Shirts e Sicrupt como patrocinadores e apoios das empresas A Tribuna, Morada de Itaguaré, Travel SA,Santo Sorriso, Surfing Pro, Surf Evolution, Surf’s Up, Unisanta, Off Shore Training, Juçaí, Fast Escova, Ornare, SEMES, Prefeitura Municipal de Santos, vereador Paulo Miyasiro, Longboard Bellas, Santo Sorriso, Surfing Pro, Philips, Brasil Tropical, Clínica Surf, La Buena, Deborah Antunes, Luara Lobo e Organização de Isabela Panza.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.