21/02/2024 às 12h24min - Atualizada em 23/02/2024 às 00h02min

Alarme na Saúde: Dengue Dobra em 2024 e Exige Ação Condominial Urgente

Estratégias Essenciais Frente à Explosão de Casos

Gustavo Ferreira
https://admdecondominios.com.br/
canva

O Brasil enfrenta um aumento alarmante nos casos de dengue em 2024, com números que dobraram em relação ao mesmo período de 2023. Este cenário exige uma atenção redobrada nas estratégias de prevenção, especialmente em ambientes residenciais coletivos, como os condomínios.

Especialistas apontam que a prevenção é a ferramenta mais eficaz contra a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Medidas simples, mas consistentes, podem significativamente reduzir os riscos de surtos nos condomínios.

Em entrevista, Gustavo Ferreira, CEO da Administradora de Condomínios Fesan, destaca a importância da conscientização e da ação coletiva: "A prevenção começa com a educação dos moradores sobre a importância de eliminar água parada em áreas comuns e privativas. Além disso, a adoção de práticas como o uso de repelentes em áreas de lazer e a instalação de telas em janelas e áreas de ventilação são essenciais para manter o mosquito longe".

Administradoras de condomínios desempenham um papel crucial, coordenando ações educativas e preventivas, além de garantir a manutenção adequada de áreas que podem acumular água, como piscinas, vasos de plantas e calhas.

A colaboração entre moradores e a gestão do condomínio é fundamental para o sucesso dessas iniciativas. Relatórios regulares sobre as condições de áreas comuns e privativas ajudam a identificar e mitigar potenciais focos de proliferação do mosquito.

Investir em campanhas de conscientização, disponibilizar informações sobre prevenção e sintomas da dengue, e promover ações de limpeza são medidas que, embora simples, têm um impacto significativo na segurança e saúde dos moradores.

O cenário de crescimento da dengue em 2024 serve como um lembrete da necessidade de vigilância constante e de esforços conjuntos para combater a doença. A atuação proativa da gestão e a cooperação dos moradores são essenciais neste combate.

A situação atual reforça a importância de adotar e manter medidas preventivas contínuas, não apenas durante surtos, mas como uma prática regular de saúde pública. A luta contra a dengue é um esforço coletivo que requer a participação de todos, destacando o papel vital da prevenção e da educação na proteção das comunidades​​.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.