01/02/2024 às 10h25min - Atualizada em 03/02/2024 às 00h02min

Dia da mamografia alerta para a importância do exame que detecta câncer

Medplus chama atenção para a necessidade de mais profissionais médicos especializados na elaboração e interpretação dos laudos por imagem

ECCO Escritorio de Consultoria em Comunicação Ltda
[email protected]
Divulgação
O câncer de mama está entre as doenças que mais afetam a saúde das mulheres brasileiras. Por isso, desde 2018, o país dedica o dia 5 de fevereiro a conscientização sobre a importância da mamografia, um exame capaz de detectar a doença no estágio inicial. A efeméride foi instituída pela Lei nº 11.695.

O diagnóstico precoce, oferece grandes chances de recuperação, além de um tratamento adequado, contribuindo para a diminuição de 15% a 45% das mortes por câncer de mama.

Mas o país sofre com a falta de mão de obra especializada para interpretar as imagens. São médicos radiologistas que analisam as imagens produzidas pelos aparelhos de mamografia para fazer o laudo. E mais da metade dos especialistas vivem no Sul e Sudeste do país.

“O resultado da distribuição desigual de profissionais é que em instituições de saúde mais afastadas dos grandes centros urbanos haja maior dificuldade para contratar especialistas, por isso investimos na captação de talentos. Sabemos que é importante contar com esses médicos no quadro de associados da Medplus que atende hospitais em todas as regiões”, enfatiza Tiago Simões Leite.

A empresa que faz gestão de equipes médicas para clínicas e hospitais investe na captação ativa de talentos, priorizando os que aliam excelência acadêmica com experiência comprovada na área. “Nós buscamos quem tem treinamento teórico e prático avançado em técnicas de diagnóstico por imagem para auxiliar de forma muito eficiente na definição do tratamento e ampliar as chances de cura dos pacientes”, explica Simões Leite, diretor da Medplus.

Radiologistas no Brasil
De acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), o país tem cerca de 11,3 mil radiologistas registrados, representando uma média de 5,5 médicos para cada 100 mil habitantes. 

Segundo o estudo O perfil do médico especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem no Brasildo Conselho Brasileiro de Radiologia (CBR), a Região Norte é a que tem a menor concentração de radiologistas, com apenas 3,1% dos médicos brasileiros dessa especialidade, e as cidades com menor quantidade de radiologistas são principalmente as localizadas nas regiões Norte e Nordeste do país, sobretudo dos estados de Roraima, Acre, Amapá e Piauí. 

Já a Região Sudeste é a que concentra o maior número de radiologistas, com 50,6% do total, seguida da Região Sul, com 20,6%, com os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e de Minas Gerais liderando em número de médicos radiologistas.

Câncer de mama

O câncer de mama é a maior causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 73.610 casos desse tipo de câncer foram estimados para o ano de 2023, o que significa um risco de aproximadamente 66 casos a cada 100 mil mulheres.
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.