22/01/2024 às 21h55min - Atualizada em 26/01/2024 às 00h02min

Campeonato Brasileiro da classe Snipe 2024 acontece no Iate Clube

Até o dia 27 de janeiro, cerca de 200 atletas da classe de todo Brasil velejam pela Urca

Deborah Goi
Bradart Comunicação
Ateliê Fred Hoffmann
O Iate Clube do Rio de Janeiro, um dos clubes mais tradicionais em esportes náuticos do Brasil, recebe até o dia 27 de janeiro, o Campeonato brasileiro da Classe Snipe 2024, com a participação de velejadores de todo Brasil. Durante todos os dias, o público poderá prestigiar do Aterro do Flamengo, acompanhando as largadas, no entorno, com o bonito movimento das velas, ao passarem pelo local. Início, às 13h.

Com 103 anos de história no bairro da Urca, aos pés do Pão de Açúcar, o evento esportivo é organizado pelo Iate Clube do Rio de Janeiro, com apoio da startup 2Sport, que sorteará vouchers aos participantes, dando direito a uma avaliação no CRAPEB Centro de Referência da Performance e Bem Estar na PUC-Rio. Os contemplados poderão fazer suas avaliações com Médicos, Nutricionistas, Preparadores Físicos ou Fisioterapeutas. Para concorrer, basta se inscrever no local, com a Equipe 2Sport.  Fazem parte do campeonato, a Rádio Positividade, a MSA Spa e Nutty Bavarian, oferecendo mimos aos velejadores.
 


O Snipe é um barco de quinze pés feito para dois velejadores, projetado por William Crosby em 1931, que possui duas velas: a principal, regulada pelo timoneiro e a buja, e a regulada pelo proeiro. Essa classe é organizada em todo o mundo pela Snipe Class International Racing Association (SCIRA), sendo considerada uma das mais técnicas da vela, por priorizar o conhecimento técnico e não apenas o lado físico, permitindo que velejadores das mais diferentes faixas etárias compitam igualmente.

Não faz parte do quadro Olímpico, mas participa dos Jogos Pan-Americanos.  No Brasil, a classe começou a ser praticada no Clube dos Caiçaras, no Rio de Janeiro, sendo atualmente, uma classe de referência no país, conquistando diversos títulos, como: Campeão nove vezes no Mundial Júnior. Campeão 11 vezes no Mundial Master, e Campeão duas vezes no Mundial Feminino.

Dentre os participantes, pais e filhos ganham destaque nesta edição, velejando juntos, como o velejador Alexandre Paradeda, reconhecido campeão da classe, que veleja neste campeonato com sua filha Mel Paradeda; Robert Scheidt, com 14 títulos mundiais de vela, com seu filho Eric Scheidt  e a velejadora Luísa Gandolpho, campeã brasileira nas classes 420/470,  que irá velejar com seu pai, o arquiteto Leonardo Gandolpho, estreante na classe, dentre outras feras presentes. Luísa, é empresária à frente da 2Sport, startup que desenvolve um importante trabalho de saúde e bem estar, através dos esportes.

A atleta se alegra por velejar com seu pai, e celebra a oportunidade de ajudar atletas a cuidar de sua saúde através do atendimento humanizado aos atletas, oferecido pela 2Sport, junto a PUC-Rio, no Centro de Referência da Performance e Bem Estar na PUC-Rio CRAPEB.
 
 “Nós, da 2Sport, entendemos a importância do crescimento do esporte não só para formação de novos atletas, como para a vida saudável, e por isso, é necessário que os atletas se desenvolvam, com saúde. Queremos ajudá-los a terem a oportunidade de fazer uma avaliação em um Centro de Referência, como o da PUC-Rio, com o qual somos parceiros.  Cuidar da saúde e da qualidade de vida é o primeiro passo para que tenham alta performance em suas carreiras”, conta.
 
Acompanhem a 2Sport pelo Instagram: @2sportoficial
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.