25/01/2024 às 16h11min - Atualizada em 26/01/2024 às 00h00min

SP oferece R$ 200 milhões em crédito e cria distrito turístico urbano na região central

Nos 470 anos da capital, governador Tarcísio de Freitas também entrega apartamentos de PPP que estimula moradia popular no centro de SP

Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/sp-oferece-r-200-milhoes-em-credito-e-cria-distrito-turistico-urbano-na-regiao-central/

No aniversário de 470 anos da cidade de São Paulo, o Governo do Estado reforçou o compromisso da atual gestão para requalificar o centro da capital. Nesta quinta-feira (25), o governador Tarcísio de Freitas anunciou a oferta de linhas de crédito de R$ 200 milhões para novos empreendimentos no centro paulistano, que também se torna o primeiro distrito turístico urbano do estado. Na área de habitação, Tarcísio entregou novos apartamentos da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do país para moradia popular.

“Nós precisamos cuidar dos nossos empresários do centro. Além de todas as atividades de revitalização e reorganização do espaço urbano, nós precisávamos dar o auxílio financeiro, o auxílio do crédito. Por isso, estamos autorizando hoje R$ 200 milhões em créditos para investimento em capital de giro para os nossos comerciantes do centro”, afirmou Tarcísio de Freitas.

Ao lado do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o governador participou de missa solene na Catedral da Sé antes da agenda de anúncios para o aniversário da capital. Também participaram os secretários estaduais Jorge Lima (Desenvolvimento Econômico), Roberto de Lucena (Turismo e Viagens) e Marcelo Branco (Desenvolvimento Urbano e Habitação), além de diretores da Desenvolve SP, agência de fomento do Governo do Estado.

Com as novas linhas de crédito da Desenvolve SP e do Banco do Povo Paulista, o objetivo da gestão estadual é promover a reurbanização e a reocupação do centro da capital e atrair novos empreendimentos para a região.

Pela Desenvolve SP, serão R$ 170 milhões em crédito viabilizados com taxas reduzidas (a partir de INPC mais 0,41% ao mês) para micro, pequenos e médios empresários de São Paulo, com prazo de até 120 meses e carência de até 36 meses.

Já o Banco do Povo vai oferecer R$ 30 milhões em recursos para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs), com juros a partir de 0,35% ao mês, prazo de até 36 meses e carência de até três meses.

Turismo no centro histórico

O governador também assinou o decreto que cria o primeiro distrito turístico urbano do Brasil no centro histórico de São Paulo, incentivando o desenvolvimento econômico sustentável a partir da atividade turística. Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Governo do Estado mira a criação de corredores turísticos e investimentos em segurança e monitoramento na região.

Concebido pela Secretaria de Turismo e Viagens, o distrito turístico é uma área territorial delimitada para atração de investimentos públicos e privados e geração de benefícios econômicos, fiscais e de crédito para aumentar o fluxo de turistas.

No centro paulistano, o perímetro contempla mais de 50 atrativos turísticos, 60 estabelecimentos gastronômicos, 76 meios de hospedagem e mais de uma centena de opções de compra e entretenimento. Entre os pontos de visitação, estão o Triângulo Histórico de São Paulo, incluindo o Largo São Bento e o Pateo do Colégio, e vias comerciais temáticas como 25 de Março, São João, Ipiranga, General Osório, Santa Efigênia e São Caetano, além de patrimônios históricos como o Mercado Municipal e o Vale do Anhangabaú.

Na área da segurança pública, a Polícia Militar vai reforçar gradualmente o patrulhamento ostensivo no perímetro do distrito turístico urbano do centro da capital. A região vai passar a contar com mais equipes de segurança nas ruas ao longo de fevereiro, com o retorno de 270 PMs que estão atuando em 16 municípios do litoral na Operação Verão.

PPP da Habitação

Por fim, o governador fez a entrega de chaves a famílias beneficiadas com moradia digna pela chamada PPP da Habitação. Construído no bairro dos Campos Elíseos em terreno cedido pela Prefeitura de São Paulo, o Residencial João Octaviano Machado Neto é resultado de avanços na revitalização do centro da capital e de habitações sociais em conjunto com a administração municipal e empresas do setor.

A PPP de Habitação é um projeto desenvolvido para repovoar, revitalizar e modernizar o centro expandido da capital, aproveitando a infraestrutura existente para ocupar áreas ociosas e reduzir o deslocamento de trabalhadores. A parceria prevê a construção de 3.683 moradias, sendo 2.260 de interesse social e 1.423 unidades para o mercado de habitação popular, com mais de 2,7 mil unidades concluídas na região.

O post SP oferece R$ 200 milhões em crédito e cria distrito turístico urbano na região central apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.