26/10/2023 às 16h55min - Atualizada em 27/10/2023 às 00h00min

Onde Perdemos o Rumo?

Analista e pesquisador da política nacional, Gylwander Peres afirma em entrevista que um projeto de reconstrução do Brasil passa pelo fim da polarização política e ideológica.

Assessoria folha uol
Divulgação
Pesquisador e analista da política brasileira há mais de 30 anos, o cientista político Gylwander Peres tem um diferencial nas suas teses: ele viveu e vive nos bastidores da política nacional da qual descreve e interpreta com maestria. 
Sereno, com um fala tranquila, sempre bem posicionada e com detalhes impressionantes, o pesquisador discorre sobre o momento vivido no Brasil e aponta caminhos para vencer esses dias tórridos.


 Gazeta da semana teve o prazer de recebê-lo para uma conversa cujo tema é o momento político atual. Lúcido e com construções bem alinhadas ele afirma que o Brasil perdeu o rumo. “Admitir essa realidade deve ser o primeiro passo para enfrentarmos a crise prolongada e encontrar soluções definitivas”, disse.
Em sua análise Gylwander cita que desde a redemocratização, com a eleição de Tancredo Neves no colégio eleitoral, em 1985, o Brasil avançou com políticas democráticas e progressistas, de governos que implementaram a agenda da redemocratização. “Mesmo aos trancos e barrancos, o Brasil avançou”, completou. 
Segundo o pesquisador, desde o fim do governo militar os governos que se sucediam no Brasil podiam ter prioridades distintas, mas todos tinham valores compatíveis. Todos tinham uma fidelidade aos princípios da Constituição, um engajamento em favor do meio ambiente, dos povos indígenas e dos direitos humanos. “ Perdeu-se isso recentemente e ficamos náufragos, numa guerra sem causa”. 
Gylwander Peres afirma que a polarização eleitoral e ideológica provocou fraturas na sociedade, que impede a união da população na busca por uma cooperação e por um projeto comum de desenvolvimento.
“ Nos perdemos no momento que o embate veio substituir o bom debate, no momento em que figuras minúsculas passaram a ocupar espaços importantes da política nacional”. 
Na sua fala ele cita Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, Fernando Henrique Cardoso e outros políticos importantes da história brasileira que atuaram com o mesmo propósito de conciliação e união pelo bem do país. Peres diz que diferente desses perfis hoje assiste-se a atritos constantes e violentos entre partidos com visões divergentes, que nada ajudam o Brasil. “ Esses atritos afloraram a sociedade, se estenderam às famílias, criando um ambiente de crise e colapso social”, disse.
O pesquisador afirma que alguns políticos estão interessados em realmente acirrar a violência, divulgando notícias falsas e escarnecendo da sociedade ao qual deveriam proteger . “ Foram irresponsáveis ao trazer de volta ao debate político temas já pacificados pela sociedade com um unico objetivo de criar um estado de caos”.
Para o pesquisador, o retorno de Lula ao Planalto representa uma interrupção desse momento, porém seus desafios são imensos para retirar o país desse estado bélico. 
Na conclusão da sua análise, Peres afirma qur chegou a hora de acabar com tanta exaltação, de reconstruir um projeto de Brasil, um projeto onde as ideias sejam mais importantes que confrontações. “ Precisamos vencer a cegueira que os falsos lideres nos impuseram. Precisamos pensar em um Brasil melhor , com menos desigualdade, somos um só povo”, completou.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.