20/10/2023 às 14h35min - Atualizada em 23/10/2023 às 00h00min

Quase metade da população mundial sofre com doenças bucais, segundo a OMS

Especialista alerta para os exames preventivos e diagnóstico precoce

Prezz Comunicação
Divulgação/Canva

Em 25 de outubro é celebrado o Dia Nacional da Saúde Bucal, data que reforça a importância da prevenção das doenças bucais. Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontam que 3,5 bilhões de pessoas - quase metade da população mundial - sofrem de doenças bucais. Também de acordo com o relatório, houve um acréscimo de um bilhão de novos casos de pacientes com esses problemas de saúde nos últimos 30 anos.

Os dados do relatório também apontam que a cárie é a líder entre as ocorrências e chegam a prejudicar 2,5 bilhões de pessoas no planeta. Em seguida vem a doença periodontal, principal causa da perda dentária, que afeta cerca de 1 bilhão de pessoas. Já o câncer bucal está em terceiro lugar , com 380 mil casos anuais.

A especialista Anna Karolina Oliveira Ximenes, dentista da clínica IGM Odontopediatria, avalia os perigos desses números. “As doenças bucais podem ser facilmente prevenidas com cuidados caseiros, simples e baratos. O acompanhamento com um profissional também é super importante para evitar problemas”, afirma. A dentista ainda ressalta a falta de hábitos saudáveis relacionados à higiene bucal. "Muitas pessoas negligenciam a escovação, não fazendo-a de maneira correta, e também não utilizam o fio dental regularmente”.

Outro agravante para o surgimento de doenças na boca, é a alimentação desregulada. “Podemos citar os doces, em geral, as bebidas açucaradas e alimentos processados como bolachas recheadas e bolos industrializados, como alguns dos principais vilões para a nossa saúde bucal. São alimentos perigosos, pois podem ser processados pelas bactérias presentes na nossa saliva e causar danos aos nossos dentes. Após consumir esses alimentos e antes de fazer a higienização, sempre recomendamos fazer o uso de alimentos protetores, que são as castanhas, os queijos e pipoca de sal”, explica Anna Karolina.

A dentista também alerta os perigos do excesso de álcool e do tabagismo, que podem levar ao câncer de boca. “O cigarro e o uso excessivo do álcool são extremamente perigosos. Além de ajudarem a desenvolver vários problemas, como pigmentação amarelada dos dentes e tártaro, eles ajudam no desenvolvimento do câncer bucal”,  alerta.

Para Anna Karolina, o que é ainda mais preocupante é a tendência das pessoas em procurar um dentista somente quando o problema já se encontra em um estágio avançado, seja por emergência ou falta de manutenção regular. “Essa postura, muitas vezes, resulta em complicações de saúde bucal que poderiam ser evitadas com cuidados preventivos e exames periódicos”.

O Dia Nacional da Saúde Bucal também é uma oportunidade para reforçar a importância da educação sobre higiene oral especialmente entre as crianças. Iniciar bons hábitos de cuidado com os dentes desde cedo pode prevenir problemas futuros. Segundo a dentista, a cárie é considerada uma das doenças bucais mais recorrentes. “Iniciar bons hábitos de cuidado com os dentes desde cedo pode prevenir problemas futuros”. 
 

A especialista separa algumas dicas para evitar problemas bucais:

1- Fazer o uso do fio dental diariamente

2- Escovar os dentes pelo menos três vezes por dia ou após o usufruir de um alimento perigoso

3- Comer alimentos protetores, como todos os tipos de castanha, queijos e pipoca de sal

4- Fazer acompanhamento com o dentista 

5- Evitar o uso de cigarro e álcool 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.