05/09/2023 às 15h59min - Atualizada em 06/09/2023 às 00h00min

ABHIC e Comissão Estadual do Hidrogênio Verde da Bahia reúnem-se para tratar sobre o futuro da transição energética

O Estado, que possui projetos em andamento que superam R$ 20 bilhões em investimentos, possui grande potencial e infraestrutura adequada para contribuir com a transição energética no Brasil, em especial para a produção de hidrogênio verde

ABHIC
Divulgação ABHIC
A Associação Brasileira de Hidrogênio e Combustíveis Sustentáveis (ABHIC) e a Comissão Estadual do Hidrogênio Verde da Bahia se reuniram no mês de agosto para tratar sobre o futuro da transição energética no Estado e o papel dos combustíveis sustentáveis, em especial o hidrogênio verde, durante esse processo.

A ABHIC foi representada por Sérgio Augusto Costa, presidente, e Marcelo Vinícius, diretor de novos negócios da CELEO Redes e vice-presidente da associação. Por parte da Comissão Estadual do Hidrogênio Verde da Bahia, participou Paulo Guimarães, presidente da comissão.

Segundo dados apresentados pela Comissão Estadual do Hidrogênio Verde da Bahia à ABHIC, o Estado possui grandes projetos em andamento com foco em hidrogênio, amônia e combustíveis sustentáveis, totalizando mais de R$ 20 bilhões em investimentos. Desse montante, mais de R$ 7,5 bilhões são referentes a projetos com foco no hidrogênio verde e amônia verde.

De acordo com Sérgio Augusto Costa, “a Bahia está se posicionando como um dos estados líderes, entendendo a importância do hidrogênio verde para a transição energética. É elogiável o comprometimento e a consciência do Governo da Bahia com relação ao planejamento do Estado a respeito dos combustíveis sustentáveis, atraindo tecnologia e investimentos internos e externos”.

Segundo Paulo Guimarães, “o hidrogênio verde é um elemento importantíssimo dessa nova economia, que chamamos de economia verde, e a Bahia tem a estrutura necessária para aproveitar todo o potencial desse segmento. Não podemos deixar essa oportunidade passar, é preciso ser protagonista”.
A Bahia é peça-chave para a transição energética no Brasil. O Estado possui grande potencial para utilização de fontes de energia renováveis, como eólica e solar, e consequentemente para a produção e exportação do hidrogênio verde, que pode utilizar as duas fontes.
De acordo com dados reunidos pela Comissão Estadual do Hidrogênio Verde da Bahia, o Estado tem pode alcançar cerca de 170 gigawatts (GW) de capacidade para geração de energia elétrica considerando-se somente os parques híbridos (eólicos + solares), ultrapassando os 360 GW para parques eólicos e os 2.000 GW para parques solares. A região, inclusive, é uma das líderes nacionais na geração de energia a partir do sol e do vento.

Além disso, a infraestrutura logística da região, que se encontra em expansão, em especial a malha de linhas de transmissão e os portos e ferrovias, e os incentivos fiscais disponíveis na Bahia, como a isenção de ICMS na aquisição de energia elétrica para a produção de hidrogênio e amônia utilizando energia renovável, contribuem para que a localidade atraia investimentos nacionais e internacionais para o desenvolvimento da indústria de hidrogênio verde.

Sobre a ABHIC:
A Associação Brasileira de Hidrogênio e Combustíveis Sustentáveis (ABHIC) é uma entidade nacional, sem fins lucrativos, que tem como missão implementar e otimizar as condições de mercado, tecnológicas e regulatórias necessárias para o desenvolvimento do hidrogênio e dos combustíveis sustentáveis no Brasil.

A ABHIC representa não somente as empresas de Hidrogênio Verde, mas também as organizações que atuam com Hidrogênio Cinza, Marrom e Azul, ou seja, as empresas que utilizam hidrogênio produzido a partir de combustíveis fósseis, mas que são comprometidas em realizar a transição energética para a economia sustentável por meio do Hidrogênio Verde.

A entidade é parceira da Associação Alemã de Hidrogênio e Células de Combustível (DWV), a qual tem atuado por uma indústria sustentável de Hidrogênio desde 1996 na Alemanha, o maior mercado consumidor de Hidrogênio no mundo. Conheça mais detalhes sobre a ABHIC acessando o site, LinkedIn, Instagram e Facebook da associação.
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.