30/08/2023 às 15h02min - Atualizada em 01/09/2023 às 00h00min

Atividade do comércio mantém estabilidade em julho, revela Serasa Experian

Incentivo do governo ao segmento automotivo contribuiu para aumento de vendas no setor de Veículos, Motos e Peças

Amélia Mirtilo
www.serasaexperian.com.br
Divulgação
Dados do Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian mostram que em julho, em comparação com o mês anterior, as vendas no varejo físico brasileiro permaneceram estáveis, sem marcar qualquer alteração (0%). 

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, “a atividade do comércio continua a enfrentar obstáculos, uma vez que o poder de compra dos consumidores permanece afetado pela elevação dos juros que, embora tenha sido reduzida pelo Copom, continua nas alturas. Adicionalmente, uma parte da população está inadimplente e na ausência de uma melhora mais consistente de renda dos consumidores, é provável que as transações no ramo varejista se mantenham reticentes”. 

Veja a variação mensal dos últimos 12 meses do Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian:


A análise por setor revelou o maior percentual de crescimento para o segmento de “Veículos, Motos e Peças”, que marcou alta de 1,7%, resultado positivo gerado por conta dos incentivos fiscais do governo ao setor automotivo. “Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática” e “Material de Construção” tiveram alta de 0,7% e 0,3%, respectivamente. Os demais setores registraram queda. Confira no gráfico a seguir as demais informações: 



Variação anual mostrou aumento


Ainda segundo o indicador, no comparativo entre julho deste ano e o mesmo mês de 2022, o crescimento da atividade física do comércio foi de 3,5%. Nesse cenário, o setor de “Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática” teve a maior expansão, de 9,1%, seguido pelo de “Combustíveis e Lubrificantes” que cresceu 4,7%. Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui!

Metodologia
O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por cerca de 6.000 estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian. As consultas são tratadas estatisticamente pelo método das médias aparadas, com corte de 20% nas extremidades superiores e inferiores das taxas mensais de crescimento, relativas a cada estabelecimento comercial dentro de cada um dos seis segmentos varejistas pesquisados. Para a formação da série agregada do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, as taxas de crescimento resultantes de cada segmento varejista são ponderadas pelo peso relativo de cada um deles na Pesquisa Mensal de Comércio – Varejo Ampliado, do IBGE, respeitando-se as suas revisões metodológicas.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.