29/05/2023 às 14h40min - Atualizada em 30/05/2023 às 00h01min

Container do Esporte leva capacitação, sustentabilidade e prática esportiva para cidades maranhenses

Projeto itinerante capacita profissionais locais e beneficiará mais de 2.800 crianças e jovens em 12 municípios da Maranhão, oferecendo gratuitamente aulas de vôlei, handebol, tênis, badminton e atletismo

SALA DA NOTÍCIA Manila Comunicação
Manila Comunicação
Divulgação/IDEC

No início deste ano, quando um enorme container 'estacionou' em Bom Jesus das Selvas e Açailândia, os moradores não sabiam quanta transformação cabia naqueles metros quadrados de metal. Apesar de todas as dificuldades impostas pelas fortes chuvas, que castigaram o Maranhão em 2023, o projeto “Container do Esporte” seguiu resiliente e projeta uma temporada de muito sucesso nas 12 cidades que serão atendidas no estado, com capacitação de profissionais locais e aproveitando a mão de obra local para oferecer gratuitamente aullas de vôlei, handebol, tênis, badminton e atletismo. 

Além disso, o Container traz para a população conceitos de sustentabilidade, já que funciona totalmente com energia limpa, eólica e solar. 'De mudança' para Alto Alegre do Pindaré e Buriticupu, o projeto atenderá até 240 crianças de 6 a 12 anos em cada núcleo. 

"Nos compadecemos muito por todas as famílias atingidas pelas chuvas deste início de ano no Maranhão. Por respeito a elas e por acreditar no poder transformador do esporte, principalmente nas crianças, seguimos firmes em nosso planejamento, plantando sementes nos municípios. A ideia é iniciar um trabalho, dando uma base concreta para seguirem apostando na prática esportiva, na saúde e no bem-estar. E também na sustentabilidade, na energia limpa. Um dos pontos mais importantes desse processo é a capacitação dos profissionais locais. São eles que serão os propagadores dos valores e da metodologia. Além disso, buscamos apresentar uma grade de aulas ampla, com modalidades que muitas crianças nem conheciam. É uma janela que se abre e ficamos muito felizes com todo o feedback positivo que já temos recebido”, afirmou Leny Figueiredo, coordenadora do IDEC.

O projeto seguirá depois para Pindaré Mirim e Tufilândia, a partir da primeira semana de setembro, Santa Inês e Igarapé do Meio, a partir da primeira semana de dezembro. Já em 2024, o projeto vai para Vitória do Mearim e Miranda do Norte, a partir da segunda quinzena de março, e Itapecuru e Santa Rita, a partir da segunda quinzena de junho.

 

Aulas de sustentabilidade

Pensando em levar o conceito de sustentabilidade, alinhado com o que há de mais moderno em energia limpa, os containers funcionam com captação de energia eólica e solar. Desta maneira, servem como exemplo direto nas aulas ministradas sobre o tema, que também fazem parte da grade em todas as cidades. Uma parede verde, com plantio feito pelos alunos, também é montada (e deixada como legado) em cada município atendido pela iniciativa.

 

Inscrições em Alto Alegre do Pindaré e Buriticupu

As aulas no Container do Esporte em Alto Alegre do Pindaré e Buriticupu começarão a partir do dia 12 de junho. Antes, porém, entre os dias 5 e 9, será oferecida a capacitação gratuita de até 20 profissionais de educação física (professores e estudantes). Os profissionais contratados para ajudarem na execução da iniciativa nos municípios pelos próximos três meses serão contratados a partir desta turma. Os interessados devem procurar o container, no endereço abaixo, para se inscreverem. Da mesma maneira que os responsáveis interessados em inscrever as crianças de 6 a 12 anos:

 

Alto Alegre do Pindaré 

Rua do Sol, Povoado Auzilândia - Complexo Esportivo Professora Maria Flávia Vasconselos.

 

Buriticupu 

Rua Santa Lucia, S/N, Terra Bella


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.