25/05/2023 às 14h54min - Atualizada em 27/05/2023 às 00h02min

Glaucoma é a maior causa de cegueira irreversível no mundo

26 de maio é o Dia de Prevenção e Combate ao Glaucoma, doença essa que pode ser tratada com acompanhamento preventivo

SALA DA NOTÍCIA Camila Crepaldi
Divulgação
Dados da Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) apontam que, somente no Brasil, somam mais de 2,5 milhões de cidadãos acometidos pelo glaucoma. Até 2040, serão mais de 111,8 milhões de pessoas em todo o mundo. Pesquisas indicam que entre 1 e 2% da população mundial convive com a doença que é a maior causa de cegueira irreversível mundialmente falando.

O mês de maio, uma campanha traz à tona debates sobre a prevenção e o combate ao glaucoma. Apesar da gravidade do quadro, quatro em cada dez pessoas não sabem o que é, de acordo com levantamento realizado pelo Ibope Inteligência. Conforme destaca o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, em 80% dos casos o paciente não apresenta sintomas logo que se instala a doença. 
 
Segundo o médico oftalmologista e professor de Medicina da Unime, Roberto Lauande, o glaucoma é uma enfermidade que provoca a atrofia do nervo óptico, responsável por conectar o olho ao cérebro, interrompendo, assim, a transmissão dos sinais entre esses dois órgãos e levando à cegueira. No geral, a doença ocorre devido ao aumento da pressão intraocular. “Trata-se de um processo lento, que pode progredir durante anos, até o aparecimento dos primeiros sintomas que não surgem de forma aparente na fase inicial, na maioria dos pacientes. Quando há algum sinal, a doença já está causando a perda gradativa da visão em grande parte dos casos. A cegueira causada pelo glaucoma pode ser evitada seguindo as orientações médicas”, alerta o especialista. 
 
Para evitar complicações e um diagnóstico tardio, o aconselhável é consultar um oftalmologista uma vez por ano. Entretanto, para quem já realiza tratamentos, principalmente em casos de enfermidades progressivas, o correto é ir às consultas em períodos mais curtos, orienta o profissional.
 
Sintomas 
 
A maioria das pessoas não apresentam sintomas, mas com o passar dos anos e se não tratado devidamente, o paciente com glaucoma tende a ter a visão periférica prejudicada.
No glaucoma crônico os principais sintomas são:
-Perda do campo visual periférico
-Visão turva
 
Nos casos de glaucoma agudo:
-Dor intensa e súbita 
-Olhos vermelhos 
-Baixa de visão
 
O tratamento inicial do glaucoma de ângulo aberto mudou recentemente.  O laser é o método terapêutico de escolha inicial, seguido de colírios. Manter a pressão ocular sob controle é o fator mais importante no tratamento, todavia, sabe-se que fazer exercício físicos, manter a pressão arterial controlada, assim como diabetes é importante.

Além disto, pacientes que tem o sono interrompido por ronco (apneia do sono) devem ser monitorizados
 
 

Camila Crepaldi 
[email protected]
(11) 99577-9020
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.