05/07/2023 às 12h29min - Atualizada em 06/07/2023 às 00h02min

Estados Unidos parou para comemorar o dia 04 de julho, feriado importantíssimo no país

SALA DA NOTÍCIA Anelise Lopes - SK Comunica
Para quem é imigrante nos Estados Unidos, passa um filme na cabeça de quem vive a arte da cultura americana. 4 de julho é o Dia da Independência dos Estados Unidos e é um dia em que muitos americanos tiram para celebrar com suas famílias. Muitos fazem reuniões familiares e depois juntos vão ao parque ou à praia para ver os fogos. Na verdade, a vida é tão corrida nos Estados Unidos, que as pessoas trabalham, mas também celebram cada data comemorativa. Uma das mais importantes datas nos Estados Unidos, o jornalista e apresentador George Robert’s fala sobre essa festa que tem uma representatividade imensa no país.
Quando fazemos comparações entre Brasil e Estados Unidos, nos deparamos com duas realidades diferentes e não só geograficamente, mas culturalmente também. Por exemplo, no Brasil temos uma quantidade de feriados que as pessoas começam a comemorar antes, durante e depois, e “tudo para”. Nos Estados Unidos as pessoas trabalham antes, no dia “comemoram” aproveitam o feriado e vida que segue, dificilmente estendem o feriado. Esse movimento cultural é muito interessante. Mas não podemos negar que tem muita gente que trabalha duro no Brasil. Para falar a verdade, penso eu que a “qualidade de vida” que temos quem faz na realidade é nós que moramos aqui, pois no Brasil as pessoas aproveitam bastante com suas famílias e amigos.
Nesta semana os Estados Unidos festejou mais um ano de vida onde no dia 4 de julho se faz viva a memória da Independência onde foi declarada a separação de Estados Unidos com a Inglaterra por meio de uma colonização onde se define o “Inglês” como “língua mãe” tomando uma proporção de potência no mundo. Na história Americana, esse acontecimento também é conhecido como “Revolução Americana”.
Para o imigrante brasileiro que vive nos Estados Unidos, eu costumo dizer que estamos em uma “escola diária” e aprendemos muito a todo o momento e passamos a compreender mais sobre o idioma, costumes “de estado para estado” que é a geografia cultural de cada um e as leis que regem o país.
Sei que tudo é curioso e desejado, mas meu maior conselho é conhecer mais sobre o nosso país de origem, pois a maior riqueza que carregamos na vida é a oportunidade de viajar e conhecer “entender” mais nosso processo histórico que contribui para nossa evolução cultural.
No trabalho que desenvolvo, aprendo muita coisa nova, pois diariamente entrevisto pessoas que moram no Brasil e fora. É uma oportunidade fantástica conversar com pessoas que se tornam uma fonte de inspiração pela trajetória de vida. Confira no canal do YouTube “George Robert’s Talks” entrevistas inéditas com brasileiros “cidadãos do mundo”. Para você que quer contar sua história entre em contato com o Instagram @georgerobertstalksoficial.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.