24/05/2023 às 17h01min - Atualizada em 25/05/2023 às 00h01min

Dicas imbatíveis para encarar o IronMan

A 21ª edição do IronMan Brasil será realizada em Florianópolis no domingo

SALA DA NOTÍCIA Vinícius Cabral
Care Club
A 21ª edição do IROMAN Brasil, em Florianópolis (SC), está programada para acontecer em Jurerê Internacional, no dia 28 de maio. Cerca de 1.800 atletas, entre profissionais e amadores, vão encarar 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42,2km de corrida. E para ajudar os participantes nesse desafio, o time interdisciplinar da Care Club preparou algumas dicas de alimentos para consumir durante a prova. Aliás, a empresa estará na competição, onde vai oferecer recovery aos participantes, na MT House.

A Dra. Rafaella Sinisgalli (foto), médica do Exercício e do Esporte da Care Club que também é triatleta amadora, destaca a importância do acompanhamento médico para evitar lesões e ter um melhor rendimento nas competições. “Como triatleta entendo que são muitas coisas envolvidas: treino, alimentação, fisioterapia... E o médico do Esporte acaba atuando como um gestor da saúde do praticante  de atividade física, conversando com os outros profissionais”, destaca. “É o médico do Esporte que analisa todas as variáveis ao redor do praticante de atividade física, desde seu sono, sua alimentação, seus treinos, históricos de lesões, e a partir disso, traça uma estratégia e um acompanhamento ao longo desse processo, até a pessoa atingir todos os objetivos da melhor forma possível, que pode ser completar o Ironman”. 

Virgílio Garcia, preparador físico da Care Club, ressalta a importância do trabalho de fortalecimento muscular, que é diferente da musculação. “A intenção do fortalecimento muscular é complementar ao trabalho que o atleta já faz para corrida, bike e natação. Já a musculação visa hipertrofia, estética”, compara.

E a nutrição tem papel muito relevante nessa preparação para o IROMAN, antes, durante e depois da prova. Por isso, a nutricionista Dra. Carolina Damy, da Care Club, preparou cinco dicas com os alimentos-chaves para o triatleta dar conta do recado, em uma prova tão exaustiva. Mas atenção, teste tudo antes, porque na hora não é o momento de experimentar nada! 

Para ter opções além do gel, a nutri indica binaguinhas, 
aqueles pães infantis, pequenos e fáceis de levar – sem ou com recheio doce ou salgado, para ter uma variação de sabor e textura; Bananinhas – com ou sem açúcar, importante para repor o glicogênio perdido com o esforço durante a prova; Paçoca, ela tem um sabor diferente dos outro carboidratos muito doces e é também uma fonte de gordura; Goiabada, outra opção de carboidrato; e Purês – pode ser de batata, de mandioca, que oferecem outras texturas de carboidratos, e pode levar num saquinho
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.