30/06/2023 às 12h47min - Atualizada em 02/07/2023 às 00h01min

Cinco tecnologias aliadas da eficiência na limpeza

Cinco tecnologias aliadas da eficiência na limpeza

SALA DA NOTÍCIA ADS Comunicação Corporativa
Foto divulgação - Canva

Equipamentos, produtos sustentáveis e sistemas de gestão podem tornar a higienização mais eficiente, econômica e precisa, destaca a Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) 

A tecnologia tem sido amplamente utilizada para levar eficiência e qualidade aos mais diversos segmentos econômicos e processos. Com a limpeza profissional não é diferente. Atualmente, higienização e tecnologia são parceiras importantes, de acordo com a Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp). Algumas inovações, inclusive, revolucionam a maneira de limpar e higienizar, tornando essa tarefa, além de eficiente, também precisa, sustentável e econômica.

Ao utilizar equipamentos automatizados, produtos sustentáveis e sistemas de gestão e controle, é possível obter uma limpeza de alta qualidade. Por isso, a Abralimp traz uma relação de cinco itens tecnológicos que tornam a limpeza mais eficiente:

  1. Equipamentos automatizados: máquinas como aspiradores de pó robóticos e lavadoras de alta pressão são capazes de realizar tarefas de limpeza de forma rápida, eficaz e até autônoma, sem contato humano, reduzindo o tempo destinado a algumas das tarefas de limpeza e o esforço físico.
  2. Produtos de limpeza sustentáveis: essa indústria precisou de uma ampla evolução tecnológica para desenvolver produtos químicos ecologicamente corretos, biodegradáveis e de baixa toxicidade. Esses produtos não só contribuem para a preservação do meio ambiente, como também garantem a segurança dos profissionais e a correta manutenção dos espaços em que são aplicados.
  3. Softwares de gestão: a utilização de softwares de controle de tarefas e agendamento para organizar as atividades de limpeza auxilia na distribuição eficiente dos recursos humanos e materiais, otimizando o tempo e reduzindo custos.
  4. Sistemas de dosagem automática: evitam o desperdício de produtos químicos e asseguram a proporção correta de diluição por meio de sistemas automáticos, permitindo a utilização mais eficiente dos produtos e resultando em economia.
  5. Sistemas de monitoramento e controle de qualidade: o uso de sensores e dispositivos inteligentes para monitorar a qualidade da limpeza realizada permite o acompanhamento em tempo real, identificando áreas que necessitam de atenção adicional e garantindo a prestação de serviços de alta qualidade, especialmente para empresas que realizam a limpeza de grandes espaços. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.