26/06/2023 às 18h03min - Atualizada em 27/06/2023 às 00h00min

Grupo MDS renova parceria com o Experimenta Portugal para contribuir com o fortalecimento dos laços culturais entre Brasil e Portugal

Relacionamento entre a comunidade Luso-Brasileira se fortalece por meio da cultura

SALA DA NOTÍCIA Ana Luisa Caratim Saliba
Ciente da importância da Cultura como fator agregador das relações entre os povos, o Grupo MDS, líder em Portugal e um dos principais brokers do Brasil no segmento de seguros, resseguros, gestão de benefícios e consultoria de riscos, apoia programas promovidos pelo Consulado Geral de Portugal, em São Paulo, por meio do seu pilar #MDSGO, que incentiva eventos esportivos, corporativos, sociais e culturais. 

O Grupo, que já havia sido um dos apoiadores oficiais do Experimenta Portugal 2022, um projeto multicultural realizado pelo Consulado Geral de Portugal em São Paulo, renovou a parceria para 2023. O Experimenta Portugal 2023 conta com um calendário recheado das mais diversas expressões culturais, empresariais e institucionais, em diferentes espaços e equipamentos culturais, ícones da cidade de São Paulo, que ilustram o momento único de conexão e colaboração que o Brasil e Portugal estão vivendo, no qual as fronteiras da história foram substituídas por um diálogo convergente com o século XXI, nas mais variadas manifestações: tecnológicas, artísticas, econômicas, culturais, gastronômicas, turísticas, dentre tantas outras.  

O objetivo dessa parceria é aproximar a MDS da sua origem portuguesa, potencializado a construção de uma ponte de conhecimento e percepção entre os dois países, além do fortalecimento da marca no mercado luso-português, aprimorar a troca de experiências e ideias entre profissionais de diferentes culturas. 

Lusofonia

“Lusofonia” é um termo criado pelo geógrafo francês, Onésime Reclus, em 1880, para referir-se aos países que têm o português como língua oficial ou dominante. Entre eles, estão Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe. A expressão abrange, ainda, as variedades faladas por parte da população de Goa, Damão e Macau, na Ásia, e Timor, na Oceania.  

É uma língua neolatina, originada do latim vulgar. Sua origem está conectada a outra língua, o galego, mas o português é uma língua própria e independente. Desde 1986, é uma das línguas oficiais da União Europeia. Em 1996, foi criada a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) com o objetivo de aumentar a cooperação entre os países, criar parcerias e difundir o idioma.  

A história da língua portuguesa começa na Europa Ocidental, no oeste da Península Ibérica, onde estão Portugal e Espanha, países que já foram dominados pelo Império Romano, há mais de 2000 anos. A língua dos conquistadores era o latim, não o latim “culto” usado pelas pessoas “cultas” de Roma e escrito pelos poetas e magistrados, mas o popular latim “vulgar”, falado pela população em geral.  

Devemos considerar, também, a influência árabe, que inseriu muitos termos novos nos idiomas. Este processo formou vários dialetos, denominados cada um deles genericamente de romanço (do latim romanice, "falar à maneira dos romanos"). Quando o Império Romano caiu, no século V, este processo se intensificou e vários dialetos diferentes foram se formando.   

No caso específico da Península Ibérica, foram línguas como o catalão, o castelhano e o galego-português, falado na sua faixa ocidental. Este último gerou o português e o galego, que mais tarde foi uma língua falada apenas na região de Galiza, na Espanha. O galego-português existiu somente durante os séculos XII, XIII e XIV. É só nas obras de Camões que o português se uniformiza e adquiri as características atuais da língua. 

Relação luso-brasileira 

Caracterizada por uma série de acontecimentos históricos, como a colonização das terras brasileiras, a independência do Brasil e os acordos de amizade e parcerias comerciais assinados nos últimos séculos, a relação entre Brasil e Portugal, levaram à origem das comunidades luso-brasileiras existentes em ambos os países. 

Este relacionamento só tem se fortalecido. As duas nações são independentes e distintas em aspectos culturais e sociais e seguem sendo um dos principais exemplos de aliança no mundo. Em relação à língua, se distinguem pela pronúncia. Os brasileiros pronunciam as vogais átonas e tônicas com mais clareza, em decorrência da sua fala lenta. Já em Portugal é comum pronunciarem de forma clara apenas as vogais tônicas.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.