24/06/2023 às 16h57min - Atualizada em 25/06/2023 às 00h00min

Dia de São João: PM Ambiental e Bombeiros alertam sobre o perigo de soltar balões

A prática, considerada crime, aumenta muito nesta época de festas juninas

SALA DA NOTÍCIA Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/dia-de-sao-joao-pm-ambiental-e-bombeiros-alertam-sobre-o-perigo-de-soltar-baloes/

Neste sábado, dia 24 de junho, é comemorado o dia de São João e no mês de junho há um aumento considerável de soltura de balões. Essa prática é considerada crime ambiental e neste ano a Polícia Militar Ambiental já autuou 34 pessoas e apreendeu 145 balões. As ações seguem intensificadas até o final do mês.

Os grupos de baloeiros se organizam por meio de comunidades em redes sociais e aplicativos de mensagens. Eles são mais ativos na capital e região metropolitana, mas também outros municípios populosos. A Polícia Militar Ambiental e Corpo de Bombeiros alertam sobre o perigo de soltar balões.

“Basta pensarmos numa chama aterrissando em locais como depósitos com elevada carga de incêndio, locais onde se manuseiam produtos químicos ou inflamáveis, ou mesmo residências com pessoas idosas ou com mobilidade reduzida, ou mesmo em florestas que além do grande dano ao meio ambiente podem também vitimar pessoas da população ou até respondedores da emergência, como bombeiros e brigadistas”, disse o Major Curioni, da Divisão Operacional dos Bombeiros.

Os balões, um símbolo das festas juninas, fazem parte da nossa cultura popular, antigamente eram soltos para avisar parentes e vizinhos que as festas estavam começando. Hoje em dia eles modernizaram, cresceram e são feitos por profissionais. Diversos materiais são utilizados em sua confecção, nos de maior porte, já foi observada a utilização de um botijão de gás com fogareiro e também fogos de artifício. No entanto, de maneira geral, são utilizados materiais leves e altamente inflamáveis.

Queda e acidentes com aeronaves

Evitar acidentes é um desafio para os pilotos das aeronaves, pois os balões interferem diretamente nos tráfegos dos aviões, eles voam sem direção, além de colocar em risco os aviões com passageiros.

Crime ambiental

Quem fabrica, transporta ou solta balões comete crime ambiental, com pena de um a três anos de detenção, pagamento de multa de R$ 10 mil e o autuado responderá a um processo judicial posteriormente. Já para o local que confecciona este tipo de artefato, há o embargo do estabelecimento e multa administrativa.

Além disso, aqueles flagrados nessa prática podem responder por exposição de perigo a embarcações ou aeronaves próprias ou de terceiros, bem como de qualquer ato que dificulte ou impeça a navegação marítima, fluvial ou aérea. Nesse caso, a pena de reclusão varia de dois a cinco anos.

Outras ações

A Polícia Militar Ambiental segue empenhada no combate à soltura de balão e atua no combate dessa prática por meio de patrulhamento ostensivo e preventivo, atividades de inteligência, fiscalizações e observação do céu para tentar deter os autores em flagrante.

Na semana passada, a Polícia Civil, por meio da Delegacia do Meio Ambiente que registra e investiga crimes ambientais, efetuou o desmanche de quatro locais destinados a este tipo de prática.

A SSP conta com uma estrutura para combater esse crime, denuncie!

Toda a população pode colaborar com as forças de segurança denunciando a fabricação, transporte e soltura de balões. As denúncias são 100% seguras e anônimas.

Disque denúncia: 181
Polícia Militar Ambiental: ligue 190 ou acesse bit.ly/DenuncieAQUI
Delegacia do Meio Ambiente: https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/ssp-de-cidadao/home
Corpo de Bombeiros: ligue 193

O post Dia de São João: PM Ambiental e Bombeiros alertam sobre o perigo de soltar balões apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.