22/06/2023 às 10h19min - Atualizada em 23/06/2023 às 00h01min

Junho Vermelho: o que você precisa saber antes de doar sangue

Campanha do mês busca engajar mais pessoas para o ato que salva vidas

SALA DA NOTÍCIA Lícia Maria Assunção Martins
São Paulo, junho de 2023 – Todos os anos, o mês de junho é marcado por diversas ações no país em torno da importância da doação de sangue, com mobilização de hemocentros e hospitais. O sangue é capaz de salvar até 4 vidas com uma única doação e pode ser utilizado em diversas situações, desde anemias crônicas, cirurgias de urgência, acidentes que causam hemorragias e até no tratamento contra o câncer e outras doenças graves.

Antes de doar, é importante que o interessado saiba que precisa estar apto, principalmente apresentando boa condição de saúde.  “É importante citar as condições para que o doador se prepare antes e desmistificar algumas dúvidas que a maioria das pessoas têm sobre a doação”, explica o gerente médico das Unidades Ambulatoriais do Trasmontano Saúde, Dr. Rafael Moredo.

Passo a passo da doação
No hemocentro, o doador realiza primeiro um cadastro com dados pessoais e gerais. Depois, ocorre a triagem clínica, entrevista que avalia as condições de saúde e possíveis os riscos para quem vai receber.

A coleta do sangue dura em torno de 15 minutos, e é realizada com material esterilizado, descartável, sem riscos ao doador. Após o ato, é importante que quem doou se alimente, beba água e evite esforço físico exagerado. Além disso, não deve ingerir bebidas alcóolicas por pelo menos 12 horas, fumar por cerca de 2 horas nem dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes e praticar paraquedismo ou mergulho.

Saiba alguns mitos e verdades:

- Preciso estar em jejum para a doação?
Mito. A questão da alimentação confunde algumas pessoas, que pensam ser necessário o jejum, quando, na verdade, o paciente deve estar alimentado e descansado, evitando alimentação gordurosa nas 03 horas que antecedem a doação.  

- A doação de sangue engrossa o sangue?
Mito. Doar sangue não afina nem engrossa o sangue.

- Posso doar sangue menstruada?
Verdade. Claro que pode! Desde que não sofra de hipermenorreia ou outras alterações menstruais, pode doar sangue tranquilamente.

- Apenas maiores de 18 anos podem doar?
Mito. É preciso ter entre 16 e 69 anos, portar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial, pesar no mínimo 50 kg.

- Gestantes e lactantes não podem doar?
Verdade. As mulheres que estão grávidas ou amamentam devem esperar 12 meses para que possam ser doadoras de sangue.

- Quem tem tatuagem não pode doar sangue.
Mito. Desde que esperem o período de 12 meses após a realização do procedimento, as pessoas que fizeram tatuagem e outros procedimentos com perfuração na pele podem doar sangue.

 
- O doador não pode ter ingerido álcool antes da doação.
Verdade. O doador não pode ter consumido álcool nas 12 horas que antecedem a doação.

- Após a primeira doação, só é permitida uma nova após 12 meses.

Mito. Mulheres podem doar a cada três meses, já os homens podem doar a cada dois meses.


Sobre o Hospital IGESP
Sobre o Trasmontano Saúde - Com mais de 91 anos de atuação no setor da saúde, o grupo é formado pela operadora com cerca de 100 mil vidas, o Hospital IGESP, que hoje é referência em medicina de alta complexidade em São Paulo e pela faculdade FASIG, uma instituição que tem em sua essência a responsabilidade com a qualidade da saúde no país por meio da formação qualificada dos novos profissionais que irão integrar a saúde brasileira. Para mais informações acesse: https://www.trasmontano.com.br/
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.