22/06/2023 às 10h57min - Atualizada em 23/06/2023 às 00h01min

Febre maculosa e as consequências cerebrais

Uma das complicações mais graves é a inflamação no cérebro

SALA DA NOTÍCIA TKS Comunicação

De acordo com o Ministério da Saúde, a febre maculosa, que ganhou destaque nas últimas semanas, é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável. Ela pode variar desde as formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de mortalidade. A doença é causada por uma bactéria do gênero Rickettsia, transmitida pela picada do carrapato, popularmente conhecido como “carrapato estrela”.

O carrapato transmissor da febre maculosa, pode ser encontrado em animais de grande porte como cavalos, bois, vacas, além de cães, aves domésticas, gambás, coelhos e, especialmente, na capivara. Vale lembrar que esses animais não transmitem a doença, mas hospedam o vetor.

Sintomas de alerta:

 

  • Febre repentina (de moderada a alta que dura, geralmente, de duas a três semanas);
  • Dor de cabeça intensa;
  • Calafrios;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia e dor abdominal;
  • Dor muscular constante;
  • Congestão das conjuntivas (olhos vermelhos);
  • Lesões na pele (parecidas com picada de pulga);
  • Pequenas hemorragias sob a pele e aparecem em todo o corpo, incluindo palma das mãos e planta dos pés;
  • Gangrena nos dedos e orelhas;
  • Paralisia dos membros que inicia nas pernas e vai subindo até os pulmões, causando parada respiratória.

Febre maculosa x cérebro:

Uma das complicações mais graves da febre maculosa é a inflamação no cérebro, conhecida como encefalite. O neurocirurgião, Dr. Guilherme Rossoni alerta: “As bactérias conseguem se fixar nas paredes dos vasos do cérebro causando uma inflamação conhecida como vasculite, que gera danos no Sistema Nervoso Central. Quando essa inflamação não é tratada, pode evoluir para estado de coma e até óbito do paciente. Complicações como confusão mental, convulsão, desequilíbrio, alterações na fala, perda da força de um lado do corpo, que chamamos de hemiparesia, são algumas consequências quando a febre maculosa não é tratada precocemente.”.

AVC (acidente vascular cerebral), também é uma grave complicação que pode ocorrer na evolução da doença.

“Devido à presença da bactéria em questão, o Acidente Vascular Cerebral, que também chamamos de infarto, pode ocorrer no paciente infectado.  Normalmente ocorre uma obstrução dos vasos sanguíneos do cérebro (trombose) e, menos comumente, um rompimento dos vasos por fragilidade de suas paredes, podendo trazer sequelas neurológicas graves e potencialmente fatais. Por isso é essencial o diagnóstico precoce: quanto mais tempo demoramos, mais danos ao cérebro ocorrem, o que pode resultar em um desfecho clínico com muito mais sequelas e complicações” finaliza o Dr. Guilherme Rossoni.

Entre as maneiras de identificar um AVC, faça o teste do SAMU:

S orriso: peça para a pessoa sorrir. Veja se um lado do rosto não mexe.

A braço: veja se a pessoa consegue elevar os dois braços como se fosse abraçar ou se um membro não se move.

M úsica: veja se a pessoa repete o pedacinho de uma música ou se enrola nas palavras.

U rgente: chame uma ambulância ou vá a um pronto atendimento especializado se os testes falharem.

Tratamento:

A febre maculosa é uma doença tratável com antibióticos comuns e, o mais importante, é o diagnóstico precoce para início imediato do tratamento. Além dos exames básicos como hemograma e enzimas, reação de imunofluorescência indireta (RIFI), exame de imunohistoquímica, técnicas de biologia molecular e isolamento da bactéria, exames esses realizados através da coleta de sangue e biópsia de lesões na pele, fecham o diagnóstico completo para evitar complicações neurológicas.

Sobre Dr. Guilherme Rossoni

Dr. Guilherme Rossoni possui o título de especialista em Neurocirurgia pela SBN (Sociedade Brasileira de Neurocirurgia), sendo membro titular da associação.

Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna pelo Fellowship, um programa de complementação especializada para médicos. Possui expertise em Cirurgia Endoscópica da Coluna, realizado pela Word Spine Center, além do Curso Avançado de Cirurgia Endoscópica da Coluna Vertebral pela IRCAD, o maior centro de treinamento em cirurgia minimamente invasiva do continente.

O lema do Doutor é transmitir a confiança para todos os pacientes que chegam até ele de forma empática e humanizada!

Registro de especialista em Neurocirurgia. RQE-ES 10637 | RQE-SP 73982 | RQE-RJ 31929 | CRM - SP 161.136 | CRM - ES 11.625 | CRM - RJ 52.0115109-6

Se ficou com alguma dúvida, acesse o site e entre em contato com a central de atendimento:

Site: https://www.drguilhermerossoni.com.br/
Instagram: @drguilhermerossoni


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.