22/05/2023 às 21h59min - Atualizada em 24/05/2023 às 00h00min

“REBOBINA”: PROJETO MISTURA FICÇÃO E REALITY PARA FALAR SOBRE A INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Produção fica disponível a partir de 23 de maio, no canal Boneca de Pano Produções, no YouTube

SALA DA NOTÍCIA Ana Carla Pereira
Divulgação

Foi às margens do Rio Ipiranga que Dom Pedro I proclamou a independência do Brasil, no dia 7 de setembro de 1822. Mas, o que se passava na vida do imperador naquela época? Quais acontecimentos estavam por trás daquele ato tão significativo? Misturando ficção e reality, o projeto REBOBINA, disponível a partir de 23 de maio no canal Boneca de Pano Produções (https://www.youtube.com/BonecadePanoProducoes), no YouTube, responde essas e outras questões que cercam o fato histórico, tendo como pano de fundo o primeiro triângulo amoroso que se tem conhecimento na história. 

Com autoria e direção de Camila Cohen, o projeto é uma continuação do programa "Última Palavra". Para desmentir as declarações de Maria Leopoldina (Josi Larger) no talk show, Dom Pedro I (Wagner Trindade) pede direito de resposta ao que, segundo ele, são fake news. A história se desenrola no podcast REBOBINA, apresentado por Gahbi, que recebe o imperador para assistir e comentar os depoimentos de sua esposa e sua amante, Domitila de Castro (Giselle Lopez). Ambas, porém, aparecem no estúdio e dão início a uma conversa ao vivo, respondendo às perguntas do público.

"Tentei buscar pontos 'positivos' e 'negativos' de cada personagem para que pudéssemos mostrar ao público os dois lados de uma mesma moeda. A ideia era tirar a imagem de vilão e mocinho de cada personagem, deixando que o público tomasse suas próprias conclusões a partir dos fatos", comenta Camila Cohen.

"'Rebobina' é um convite à experiência da ficção que abre esse espaço para pensarmos naquilo que segue persistindo e precisa ser revisto na história do Brasil, valores, crenças, normas e tipos de política. São recriações de personagens complexos em circunstâncias que envolvem o espectador no enredo”, completa Gahbi, que interpreta o apresentador do podcast.

Durante o bate-papo, a história se mistura a temas que se mantêm atuais, como liberdade, relacionamento, machismo, empoderamento feminino e democracia. Domitila, por exemplo, fala sobre a personalidade violenta de seu primeiro marido, que a fez ser uma das únicas mulheres da época a ter coragem de encaminhar um pedido de divórcio. 

"Acho que a história da Domitila pode, sim, encorajar muitas mulheres a não se calarem mais... A saírem de relacionamentos abusivos, a denunciarem parceiros agressivos e a se divorciarem sem medo. Só quem já viveu sabe. Hoje em dia é diferente, temos a Lei Maria da Penha, proteção e força", declara a atriz Giselle Lopez, que interpreta a amante de Dom Pedro I.

"Creio que no 'Rebobina' podemos entender um pouco das relações, de forma leve e bem humorada. Sabemos que Leopoldina sofreu muito naquela época, pelas relações extraconjugais de Dom Pedro. Durante a entrevista no podcast, fazemos essa comparação em alguns momentos e conseguimos ter, também, as versões de Dom Pedro e Domitila, deixando que o público tire as próprias conclusões", completa a atriz Josi Larger, que dá vida à Maria Leopoldina". 

REBOBINA foi contemplado pelo edital Retomada Cultura RJ, criado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj). 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.