15/06/2023 às 22h26min - Atualizada em 19/06/2023 às 00h00min

"A mãe tá ON": Camila Brait retorna e é o primeiro nome de Osasco São Cristóvão Saúde para temporada 2023/24

Líbero tem 15 anos de história no clube e volta após o nascimento do segundo filho e de passar um ano como embaixadora da equipe

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
Camila Brait avisa: "A mãe tá ON". Após dar à luz ao segundo filho e passar a temporada passada como embaixadora do clube, a líbero está pronta para reassumir sua posição como líbero do Osasco São Cristóvão Saúde. Com 15 anos de história no time mais tradicional do vôlei feminino nacional, ele é o primeiro nome confirmado para a temporada 2023/2024.

"Estou muito feliz por estar de volta. Embora tenha realizado o sonho de ser mãe de dois filhos, confesso que senti falta disso tudo. Estava com muita saudade dessa rotina com a comissão técnica e as meninas do time. Estou parecendo uma jogadora novata que nunca jogou como profissional, de tanta empolgação e vontade de retornar à quadra dessa equipe que eu tanto amo", comenta Brait.

Nesse retorno, Camila Brait carrega um torcedor a mais, o filho Romeu, nascido no ano passado. "Vou esperar ele crescer mais um pouquinho para levar ao ginásio, mas a Alice (sua primeira filha) já está me cobrando. Ela torce demais por Osasco e adora acompanhar os treinos e jogos. Até chora quando não ganhamos", conta a líbero.

A ligação de Camila Brait com a equipe e a cidade é tão longeva quanto especial. "Tenho muito a agradecer à cidade de Osasco, que me acolheu, ao clube e especialmente ao Luizomar. Ele me conhece desde os 15 anos, das seleções de base. Depois, quando eu tinha 19, ele me chamou para jogar aqui. E aqui eu sou feliz. E aqui eu vou ficar", completa.

Para o técnico Luizomar, ter Camila Brait de volta é mais que uma alegria. "Ela é totalmente identificada com o nosso projeto, à cidade e à torcida. Chegou aqui como uma menina, se tornou mulher e mãe de dois filhos. Retorna mais madura e pronta para reassumir seu lugar, pois a qualidade como atleta segue intacta. Ela é uma jogadora fora de série, domina o fundo de quadra e vai nos ajudar, como sempre, a lutar por títulos em mais uma temporada. Tenho certeza que ela tem muito ainda a fazer pela equipe de Osasco e pelo voleibol brasileiro", afirma o técnico Luizomar.

Camila veste as cores de Osasco há 15 anos e já levantou dois títulos da Superliga (2009/10 e 2011/12), nove dos 16 troféus de campeão paulista do time (2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2020 e 2021), quatro sul-americanos (2009, 2010, 2011 e 2012), duas Copa Brasil (2014 e 2018) e o Mundial de Clubes 2012.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.