16/06/2023 às 09h28min - Atualizada em 18/06/2023 às 00h01min

Sintomas vasculares não devem ser negligenciados

O médico vascular Dr. Carlos Pitta aponta os fatores de risco e explica a importância do tratamento

SALA DA NOTÍCIA Brado Comunicação
Divulgação
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) mostram que 40% da população do país lida diariamente com problemas vasculares. Segundo o médico especialista Dr. Carlos Pitta, a situação serve como um importante alerta para que as pessoas estejam atentas quanto aos principais sintomas de alterações da circulação, que nunca devem ser negligenciados.

“Entre alguns dos sinais mais notáveis estão: o cansaço e a sensação de peso nas pernas e pés, inchaços dos membros inferiores que pioram no final do dia, nódulos endurecidos dolorosos associados a vermelhidão, e feridas nas pernas que não cicatrizam”, destaca Dr. Carlos.
O médico vascular também ressalta os principais fatores de risco, tendo como principal a predisposição genética, associado a idade avançada, alterações hormonais, número de gestações, obesidade, sedentarismo, permanecer longos períodos de tempo em pé ou sentados. “As mulheres também possuem uma maior incidência dos casos, as varizes estão presente em cerca de 40% das mulheres e 30% dos homens”, acrescenta.

Já no que diz respeito aos tratamentos, o especialista comenta que atualmente existem inúmeros procedimentos para lidar com os problemas vasculares de origem venosa, tanto para garantir maior qualidade de vida, quanto para melhorar a aparência estética das pernas. “Um desses exemplos é o revolucionário laser endovenoso, que pode ser usado de forma ambulatorial, sem cirurgia, cortes, sem necessidade de repouso prolongado ou internação hospitalar”.

Segundo Dr. Carlos, a insuficiência venosa crônica é uma doença crônica, de caráter progressivo, que pode prejudicar bastante a qualidade de vida dos pacientes. “Portanto, a recomendação é que na presença desses sintomas citados, a avaliação com médico especialista é indicada, a fim de evitar maiores complicações que possam prejudicar suas atividades laborais diárias, interferindo na qualidade de vida do indivíduo”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.