27/05/2024 às 17h59min - Atualizada em 29/05/2024 às 00h01min

Cannabis Medicinal: Transformando Vidas e Abrindo Novas Fronteiras

Transformando Vidas e Abrindo Novas Fronteiras: A Jornada da Cannabis Medicinal no Brasil

LALA EVAN
Lala Evan - participante do congresso

A 3ª edição do Congresso Brasileiro da Cannabis Medicinal, realizada de 23 a 25 de maio de 2024 no Expo Center Norte em São Paulo, promovida pela Sechat, foi um marco na história da cannabis medicinal no Brasil. O evento reuniu profissionais de diversas áreas da saúde, indústria, agricultura e academia para debater os últimos avanços e inovações nessa área promissora.

Uma Jornada Disruptiva em Busca de Soluções Sustentáveis

O congresso foi organizado em seis módulos distintos, cada um explorando um aspecto específico da cannabis medicinal:

  • VetCannabis: Dedicado à aplicação da cannabis na medicina veterinária, o módulo abordou aspectos jurídicos, a integração com a Medicina Veterinária Integrativa e o uso em animais de produção. A inclusão da terapia canabinoide representa um avanço significativo na medicina veterinária, promovendo um cuidado integral e respeitoso.
  • Business Cannabis: Este módulo explorou as oportunidades de negócios globais com a cannabis, com foco nas perspectivas brasileiras e latino-americanas. Os especialistas discutiram os desafios legislativos e regulatórios, além de apresentarem uma visão sobre como o mercado de cannabis medicinal no Brasil pode resultar em impactos positivos, alinhando-se aos princípios ESG (Environmental, Social, and Governance).
  • MedCan: Sistema Endocanabinoide: Este módulo proporcionou dois dias intensos de discussões sobre o sistema endocanabinoide, incluindo diálogos com especialistas da ANVISA. As palestras exploraram as interações do sistema endocanabinoide com a fisiologia e farmacologia, bem como suas aplicações em tratamentos com psicodélicos. Um ponto destacado foi a palestra sobre o uso do canabidiol na rede pública de saúde do estado de São Paulo, conduzida pela doutora Daniela Bezerra. Durante a apresentação, foi ressaltada a importância da educação médica para a prescrição segura de canabinoides, incluindo uma exemplificação dos formulários que os médicos devem preencher.
  • Agro & Tech Cannabis: Focado na produção agrícola da cannabis, este módulo abordou desde a semente até o produto final, destacando os desafios e inovações na produção de cannabis medicinal e cânhamo industrial. A rastreabilidade e as tecnologias de extração foram temas centrais, com projeções mostrando um crescimento significativo do mercado nos últimos anos.
  • Odonto Cannabis: Dedicado à odontologia, este módulo apresentou as doenças odontológicas tratáveis com cannabis e discutiu casos clínicos para facilitar diagnósticos e prescrições seguras, alinhadas à regulamentação odontológica. A medicina canabinoide na odontologia tem se mostrado promissora, com muitos estudos científicos suportando seu uso.

Superando Desafios para um Futuro Promissor

Apesar dos avanços, o uso de cannabis medicinal ainda enfrenta desafios, principalmente relacionados à regulamentação, à necessidade de mais pesquisas científicas e à educação dos profissionais. A participação e o apoio da ANVISA são vistos como extremamente necessários nesta jornada disruptiva, pois a agência pode abraçar e defender mais estudos sobre o uso medicinal de derivados da cannabis.

Com regulamentação adequada e mais pesquisas, o Brasil tem o potencial de se tornar um líder global nesta abordagem terapêutica inovadora. A Sechat tem sido fundamental na disseminação de conhecimento sobre o uso medicinal da cannabis, abrangendo áreas como a medicina humana, veterinária, indústria e agricultura. Esta planta oferece benefícios que vão além do uso medicinal, incluindo aspectos ambientais, como a captura de carbono e a economia de água.

Conclusão: Esperança e Inovação para o Futuro

O Congresso Brasileiro da Cannabis Medicinal mostrou que, com conhecimento e regulamentação, é possível encontrar soluções que respeitem a natureza e melhorem a qualidade de vida dos pacientes. A participação e o apoio da ANVISA são vistos como extremamente necessários nesta jornada disruptiva, pois a agência pode abraçar e defender mais estudos sobre o uso medicinal de derivados da cannabis.

A cannabis medicinal não só representa uma esperança para muitos, mas também abre portas para inovações em diversos setores, promovendo uma abordagem holística e sustentável do cuidado à saúde.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
ALAIDE EVANGELISTA DA SILVA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalamanhecer.com.br/.